Réveillon na orla de Macapá terá shows virtuais e soltura de balões no lugar dos fogos

Chegada de 2021 será transmitida pela internet e o público poderá acompanhar de onde estiver. Balões brancos vão homenagear vítimas da Covid-19 no estado.

Réveillon na orla de Macapá terá shows virtuais e soltura de balões no lugar dos fogos
Fortaleza de São José de Macapá será iluminada para a soltura de balões — Foto: Lorena Kubota/G1

Sem aglomeração, o abraço desejando felicidades, mas com muita fé e otimismo, sem esquecer dos desafios a serem superados. Sem festa, mas com celebração, o tradicional Réveillon da Beira Rio, na orla de Macapá, será virtual, com um culto ecumênico seguido de shows musicais na passagem de 31 de dezembro para 1º de janeiro de 2021.

A medida foi tomada para evitar qualquer aglomeração, sob o risco de contaminação pelo novo coronavírus. Com artistas locais e representantes das religiões católica, evangélica e de matriz africana, a programação vai acontecer, sem a presença de público, na Fortaleza de São José e será transmitida pela internet.

A organização da programação terá no local apenas a equipe necessária para o evento, organizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e a Associação de Músicos e Compositores do Amapá (Amcap).

À meia-noite de 1º de janeiro, a mais que tradicional queima de fogos será substituída pelo silêncio. Ao invés das luzes, serão soltos balões, cada um homenageando os mortos pela Covid-19 no estado, que até esta quinta-feira (24), somam 891.

A programação, de 21h30 às 1h, poderá ser acompanhada de qualquer lugar no Facebook e canal do YouTube da Secult. A música fica por conta de artistas, como Enrico Di Miceli, Osmar Júnior e Paulinho Bastos. Confira a programação completa no fim da reportagem.

“Vamos fazer dentro da Fortaleza, na parte interna. Teremos inicialmente o culto ecumênico e à meia-noite vamos soltar os balões brancos. Vamos fazer uma iluminação forte para que as pessoas tenham a visibilidade dos balões quando soltarmos”, explicou o secretário de estado da Cultura, Evandro Milhomen.

Banda Negro de Nós será uma das atrações a se apresentarem na primeira hora de 2021 — Foto: Divulgação/Sesc

Banda Negro de Nós será uma das atrações a se apresentarem na primeira hora de 2021 — Foto: Divulgação/Sesc

A organização reforça que os macapaenses evitem circular no entorno da Fortaleza, pois não haverá nenhuma programação no local para o público, somente a on-line. Milhomen reforça também que as pessoas não façam grandes concentrações.

“Uma coisa tranquila, serena, para termos esse momento de reflexão, de tudo o que está acontecendo e com a paz de que poderemos entrar num ano novo melhor”, completou.

Confira a programação do Réveillon Virtual Religioso:

Culto ecumênico

  • 21h40 - apresentador
  • 21h45 - pastor
  • 22h10 - padre
  • 22h35 - cultos afros

Programação musical

  • 23h - Francisco Alves
  • 23h10 - Paulinho Bastos
  • 23h20 - Jorginho do Cavaco
  • 23h30 - Enrico Di Miceli
  • 23h40 - Joãozinho Gomes
  • 23h50 - Osmar Júnior
  • 0h - Soltura dos balões e celebração do Ano Novo
  • 0h10 - Brenda Melo
  • 0h20 - Afro Brasil
  • 0h30 - Adenor Monteiro
  • 0h40 - Rambolde Campos
  • 0h50 - Negro de Nós
  • 1h05 - encerramento da transmissão