Matéria: ICMBio Conscientiza População de Amapá sobre Defeso do Caranguejo-uçá

A conscientização para preservar

Matéria: ICMBio Conscientiza População de Amapá sobre Defeso do Caranguejo-uçá
ICMBIO

Nesta quinta-feira (11), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) iniciou a conscientização na Estação Ecológica de Maracá-Jipioca, no município de Amapá/AP, sobre o período de defeso do caranguejo-uçá, regulamentado pela portaria nº 325/2020 do Ministério da Agricultura.

Em ações educativas, cartazes foram fixados em espaços públicos, incluindo a colônia de pescadores, detalhando os períodos em que a captura, transporte, beneficiamento, industrialização e comercialização do crustáceo estão proibidos. O ICMBio desempenha papel crucial, realizando fiscalizações e devolvendo caranguejos-uçá apreendidos ao seu habitat.

Aqueles envolvidos na manutenção e comércio do caranguejo-uçá devem fornecer detalhes dos estoques até o último dia útil antes de cada defeso. Infrações podem acarretar penalidades, incluindo até três anos de reclusão e multas substanciais.

O período de defeso em 2024 abrange: a) 12 a 17 de janeiro - lua nova, b) 10 a 15 de fevereiro - lua nova, c) 11 a 16 de março - lua nova. A população é instada a respeitar rigorosamente essas restrições visando à preservação dessa importante espécie.

Fonte ICMBIO.