Dia 26 de dezembro de 2021 marca 127 anos que o triunvirato assume a região do Contestado. 

A Vila Amapá era uma espécie de capital do Contestado

Dia 26 de dezembro de 2021 marca 127 anos que o triunvirato assume a região do Contestado. 

O triunvirato, 
esquecida pela própria historiografia de Amapá.

A Vila Amapá era uma espécie de capital do Contestado, onde a febre do ouro ensandeceu seus moradores e acirrou a disputa da França x Portugal e depois Brasil por sua posse.

Aos poucos o Contestado se afrancesou, e o acesso às minas de ouro passou a ser negado aos brasileiros. 

Os interesses franceses eram representados por Eugene Voissen.

Em 10 de dezembro de 1894, quando o Brasil estava envolvido pela Guerra Civil na Região Sul e pela Revolta na Armada, 1893-95, os brasileiros do Contestado se revoltaram sob a liderança de Francisco Xavier Veiga Cabral. 

O Presidente da República, nesse período era o Marechal Floriano Peixoto,
Depuseram Eugene Voissen e o substituíram por um Triunvirato, constituído por Francisco Xavier da Veiga Cabral (o Cabralzinho), Desidério Antônio Coelho e o Cônego Domingos Maltêz.
 
O triunvirato assumiu o governo da região em 26 de dezembro de 1894 e durou até maio de 1895, quando ocorreu a Intrusão Francesa no Amapá. 

O embate contra a Guiana Francesa foi liderado por Veiga Cabral
O Triunvirato deu poderes administrativos, financeiros e militares e teve, como encargo, organizar a chefia militar da região, organizando mais tarde o Exército do Amapá. 

Passou a adotar a Constituição do Pará.

O viajante